Mom & Me 2015

Ah, esse tempo a voar….
Logo, logo chega um dia que é super especial pra nós: O Dia das Mães.
Comemoro esse dia todos os dias aqui, vejo mães diariamente e fico babando com o carinho com os pequenos.
Todos os anos fazemos no estúdio sessões especiais para o Dia das Mães, é sempre um dia delicioso onde presenteamos e somos presenteados.
Este ano resolvi fazer diferente, teremos um mês todinho para as mães. Um dia era muito pouco, ficava um gostinho de quero mais.
As sessões de estúdio são gostosas mas eu queria conhecer mais cada mãe. Assim, sem poses, brincando, curtindo o pequeno, beijando, abraçando…
Afinal, existe melhor presente pra mãe do que passar um dia fazendo o que mais gosta com seu filho?

Foi assim que pensei nas sessões deste ano, como um dia de fazerem o que mais gostam juntos.
Não algo inventado, algo que realmente gostem, que queiram guardar pra sempre.
Quero participar desses momentos, brincar com vocês.
Vocês gostam de assistir filmes juntos? Preparem o balde com pipoca, estarei registrando os olhares, os sorrisos, a brincadeira escutando a música do filme
Gostam de cozinhar? Então vamos fazer um bolo e esparramar farinha pela cozinha.
Sua filha é uma princesa? Seu pequeno é um super herói? Vamos fantasiar muito pulando na cama e vestindo as roupas mais lindas.
Que tal montarmos uma cabana? E um pic-nic?
E um banho de banheira com os brinquedos mais legais?
Vocês andam de bicicleta? de patins?
Não existem limites nesta sessão.
E aí, topam brincar comigo?

As sessões acontecerão durante todo o mês de abril e início de maio. São poucos horários (afinal, a fotógrafa precisa de energia para estar com vocês – qualidade e não quantidade, é no que acredito)
Ah, é uma sessão de família, os papais que quiserem participar são bem vindos.

mom&me2015externas

Voltar ao início Entre em contato Envie para um amigo Tweet this Post Receba o blog por e-mail

É dia de festa! (Anna Sophia)

Sei que um tecnicamente um blog não pode ser repetitivo.
Alguns “marketeiros” diriam que é preciso diversificar, colocar coisas diferentes. Uma sessão de família em uma semana, uma de gestante em outra, um bebê lindo em outra…
Enfim… entendo um pouco de marketing mas não sou assim.
Talvez meu sucesso fosse maior se aceitasse essas imposições publicitárias… talvez. Mas meu forte nunca foi seguir regras.
Já assistiram “Sociedade dos Poetas Mortos”? Tem uma cena onde o professor pede para um aluno ler um livro chatoooooo sobre regras de poesia, métrica, isso e aquilo. E após o texto chatíssimo ser lido ele pede que os alunos rasguem a folha do livro.
Esse foi um dos meus filmes favoritos durante anos, eu desejava estar ali para rasgar aquelas folhas.
Assim como poesia, a vida não deve ter tantas regras. Meu trabalho não tem. Por isso ele muda todos os dias.
Muda assim, sem medo, como eu. Cada sessão tem um tratamento diferente, uma trilha sonora diferente porque as pessoas são diferentes e tento transmitir um pouco do que sinto para dar personalidade aos álbuns.
Estou em uma fase de muitos aniversários, muitos mesmo.
Conheço vários fotógrafos que não gostam de fotografar aniversários. Alguns dizem que assim que puderem fotografarão só sessões de família, que são o “filé mignon” da fotografia infantil.
Eu adoro festa!
Ninguém vai triste para uma festa, é um dia onde as pessoas se preparam para curtir os momentos, a família se reúne e termina naquela parabéns gostoso cheio de boas energias para o aniversariante.
É diferente de uma sessão, claro. É mais cansativo, mais difícil de criar e o controle da luz pode ser algo bem complicado. São desafios que nos fazem crescer.
Fotografar em um buffet mal iluminado, por exemplo, nos faz ter que criar soluções. Aquela fumaça que deixa as fotos opacas faz com que aprendamos um pouco mais sobre tratamento de imagens. Ah, as paredes coloridas também são um desafio. Questões técnicas… e só.
É com as festas que aprendemos a nos superar porque o momento não pode ser refeito, ele está ali, temos que aproveitar cada segundo.
Por isso verão muitas festas por aqui.
Porque não sigo regras, faço o que sinto e hoje fiquei com vontade de lhes mostrar as fotos da Anna Sophia.
Fotografamos a Anna Sophia desde seu primeiro aninho. Sempre linda, com esses olhos expressivos que, no início, nos olhavam desconfiados mas agora, após tantos anos, já nos procuram e brincam conosco.
Essa festa foi deliciosa porque mostra como ela cresceu, como já tem seus amigos, brinca o tempo todo com eles e se diverte sem timidez.
É delicioso vê-los crescendo assim, com tanta energia.

Voltar ao início Entre em contato Envie para um amigo Tweet this Post Receba o blog por e-mail

B de…. Família

Mas família não se escreve com F?
Esse post é pra lembrar que não fotografamos apenas famílias, fotografamos sentimentos, momentos e, principalmente, o AMOR.
Nessa Família tem um F sim… tem o F de Fernanda, a mamãe. Tem o G, de Gustavo, o papai e tem o B… que deveria ser “O” se fosse só a letra mas é A. B de Bia, de Beatriz.
Um B com F, de uma das Famílias especiais que essa profissão deliciosa me trouxe.
Faz tempo que estou enrolando pra escrever sobre eles porque não sabia como escrever. É muito difícil falar sobre as pessoas.
Tem pessoas que surgem como clientes mas elas são tão “boas”que a gente vai se envolvendo, e torcendo por cada conquista mesmo que de longe só pra poder ficar perto dessa energia gostosa que elas transmitem.
É o caso da família da Bia. Eles são realmente especiais. Eles se amam verdadeiramente e isso é algo difícil de passar em palavras mas muito bom de sentir.
Todo mundo participou da festa. Papai, avós, tias, madrinhas, todos estavam lá … e participaram não só indo mas ajudando na energia gostosa que fez com que essa tarde se transformasse em algo perfeito.
O dia resolveu se abrir todo para comemorar o primeiro ano da Bia. Um sol lindo lá fora entrava por todos os lados do salão. Um dia alaranjado, alegre, quente…
Uma festa impecável, cheia de detalhes e com as cores da Bia, o jeito da Bia. A decoração não podia ter sido diferente. Ao entrar no salão dava pra ver a delicadeza dela em tudo.
E ela ali, solta, brincando, curiosa perto da mesa de doces com seus olhinhos atentos.
A festa foi deliciosa e completa!
Agora essa família tem mais um B, um garotinho lindo que completa e deixa todos babando. Chegou o Benício pra completar a festa!
E como dizia Pablo Neruda :
Se sou amado,
quanto mais amado
mais correspondo ao amor.”
Com todo esse amor os Bs da Família com F maiúsculo crescerão doando sorrisos com muito amor por onde passarem.
Quem disse que família só se pode escrever com F?

bia6
bia18

Voltar ao início Entre em contato Envie para um amigo Tweet this Post Receba o blog por e-mail

Alcançando as estrelas

2014 foi um ano delicioso pra mim porque me trouxe pessoas com uma energia incrível.
Fotografia é um trabalho que envolve, que depende de alma, de se abrir para as pessoas e ver o melhor delas. Não adianta pensar em não se envolver porque é impossível.
Imagine pessoas em dias felizes, brincando, se divertindo… tem como ficar séria e carrancuda trabalhando? Se eles sorriem, nós sorrimos, é simples assim, é uma troca.
Essa família tem algumas coisas muito especiais pra mim. São sutilezas que de alguma forma me fazem gostar deles e adorar passar bastante tempo curtindo os momentos que compartilham conosco.
Sabe aquela coisa que falei de não se envolver? Então, aqui vão motivos para impossibilidade de não envolvimento…
Eles gostam de animais.
Não só dos bonitinhos, dos de raça… porque isso é fácil, a maioria ama o belo. Eles gostam de todos.
Pra mim só isso já demonstra o quanto são “gente boa”.
Gostam de música.
Quando vi o Arthur tocando teclado na festa pirei. É um dos meus instrumentos prediletos. Tentei aprender piano quando pequena mas acabei desistindo, quero voltar um dia. Sempre que vejo alguém perto de um teclado já fico boba.
Eles se amam.
Ok, isso pode soar “piegas” mas é só ver como se olham. Um sente orgulho do outro, estão sempre juntos.
E eles são doidos… simples assim. Doidos no sentido bom da palavra, porque topam tudo, e as fotos que eles escolhem são sempre as que mais amo e que muitos não escolheriam. Eles gostam de uma farra e tem a cabeça aberta pra novidades.
Quem acompanha o blog já conhece o Arthur, ele é irmão da Shai e a festa foi dele desta vez, mas, no final, foi da família toda. Justamente porque ali todos participam juntos de tudo.
Foi um churrasco delicioso em uma tarde ensolarada.
Um churrasco de outro mundo com direito a uma decoração mega especial feita pelo Estúdio Tata Carvalho, nosso parceiro, que adora um desafio.
E agora, embora a vontade de falar sobre tudo de bom que essa festa me trouxe seja imensa melhor mostrar para que vocês sintam o que digo.

landsmanll

Ficha técnica:

Concepção: Estúdio Tata Carvalho e Dolci Regali
Decoração, Ambientação e Lembrancinhas Consumíveis: Tata Carvalho
Papelaria Exclusiva, Peças em 3 D, Painel de Fotos e Robozão: Dolci Regali
Bolo Cenográfico: Viviane Lima
Feltros: Policromata Artes
Bolo e doces personalizados: Cozinha da Tia

Voltar ao início Entre em contato Envie para um amigo Tweet this Post Receba o blog por e-mail

Léo, o mágico

Conheci o Léo no CineMaterna.
Ele ia desde bem pequenino com a mãe e a tia. Assim fomos acompanhando o crescimento desse garotinho sapeca.
Entre tantos bebês o Léo tinha uma coisa que me chamava a atenção: o cabelinho arrepiado. Lindo, bem arrepiadinho…
Quando a Jhennyfer entrou em contato fui procurar a foto deles e na hora já lembrei (sou péssima com nomes mas os rostinhos pra mim são inesquecíveis).
Um dia antes da sessão fomos fotografar no CineMaterna e lá estavam eles. O Léo estava diferente!
Fiquei olhando tentando entender o que era… era o cabelo. O cabelo cresceu, o Léo cresceu!
O rostinho de bebê mudou. Prestes a fazer um ano o Léo agora já é um menininho.
Fofo e muito carinhoso, adora um abraço. Fiquei apaixonada por ele desde o momento em que chegou aqui!
Fora a família toda participando, que é uma delícia! Todos sentados no chão brincando com o Léo!  Mãe, tia… até a Vovó e o Vovô vieram depois pra ajudar o Léo com o bolo.
Todos nós saímos “embolados” dessa sessão.
Roupas grudando, chão escorregando, pedaços de bolo pelos cantos… Era um toque no bolo e um abraço bem melado em todos nós.
Abraços doces de um pequeno mágico que já sabe bem como encantar sem precisar lançar mão de nenhum truque.


Voltar ao início Entre em contato Envie para um amigo Tweet this Post Receba o blog por e-mail
Jhennyfer - 9 de fevereiro de 2015 - 1:21

Kaká, trabalho simplesmente maravilhoso, toda família quis essas fotos! Rs
Foi muito gostoso nossa sessão, mesmo saindo com a roupa sem nem um pedaço que não tinha bolo. Hahahaha!
Muito obrigada por todo carinho!
Você foi incrível!
Um grande beijo e até a próxima

kkpillat - 9 de fevereiro de 2015 - 14:58

Até minha roupa saiu “embolada”. A roupa, o cabelo… tudo grudando.
O Léo tem um abraço docinho… rs
Foi uma delícia!
Beijos ao aniversariante do dia! Ah..e muitos abraços apertados, do jeitinho que ele gosta