Sobre sementes e colheita

Antes de terminar o ano já planejei um tiquinho de 2016 na minha cabeça.
É que meus planos sempre são a longo prazo, eu planto sementinhas aqui pra colher o fruto lá adiante e 2015 foi um ano de plantar.

Ah, como plantei. Semeei muito por aí.
Amei 2015!!!!!!
Foi um ano de muito aprendizado pra mim.

Ganhei amigas que espero levar pela vida, pessoas que me entendem, que me acompanham. Nós temos um grupo agora, um grupo do bem, de pessoas que amam arte, que não se vêem como concorrentes mas sim como parte de algo maior.
Ter comigo essas pessoas e poder falar diariamente com elas sobre tudo é delicioso!
Agora tenho companhia pros congressos e feiras e não é qualquer companhia, são as melhores. Espero que esse grupo dure muitos anos e possamos ir melhorando umas as outras com o tempo. As risadas são garantidas e a troca é sempre certa.

Participei de 3 exposições.
É muito, não é? Nem acredito… me belisquem!
A primeira foi lindaaaa, em um lugar aberto, com fotos penduradas em árvores em um dia ensolarado e as pessoas passando entre elas, crianças brincando em volta, algo delicioso!
A segunda mudou minha vida! Nem tenho mais o que falar sobre essa exposição porque ela me fez ir emocionalmente a lugares que eu precisava ir. E foi por causa dessa exposição que eu comecei a acreditar que escrevemos nossa história com nossos atos. É como se o universo fosse contando pontinhos pelo que fazemos e decidisse nos dar um presente. Ele nos prepara para encontros com as melhores pessoas.
A terceira foi diferente, muito diferente de tudo que eu costumo fazer. Foi tudo muito rápido. Ela serviu como um exercício de paciência, tudo deu errado pra no final dar super certo e eu conseguir ter a melhor modelo, com o tempo que eu queria e dentro do meu estúdio. Valeu a pena esperar e o resultado foi lindo!

Com essas boas sementes 2016 pra mim já inicia com vários sentimentos

Esperança
Planejamento
Aprendizado
Companheirismo

são algumas delas…

A Esperança é algo que sempre anda comigo, em tudo. É aquilo que nunca perco e que sempre se renova.

O planejamento já está sendo feito a partir de agora.
Quero tantas coisas que preciso planejar pelo menos algumas. Claro que tudo muda e adoro pra onde a vida tem me levado mas não custa dar uma ajudinha.
No final do ano fizemos uma pequena reforma para montar um estúdio newborn dentro de todas as normas de segurança e quero muitos bebês aqui este ano.
Quero planejar minha agenda antes (por favor, preciso conseguir isso… rs), planejar meu tempo.
Quero fazer mais exposições com projetos lindos e do bem.
Quero planejar pequenas viagens pra aguentar o pique e voltar renovada mentalmente.
Quero, quero, quero… a lista é imensa e não pode ficar só no querer. Dizer que quero feito uma criança mimada que bate o pé e faz birra no shopping de nada adianta.

Aí é que entra o Aprendizado, nessa parte de querer melhorar sempre.
Já estou inscrita em dois congressos. Pra mim isso é essencial, aprender sempre.
Um desses congressos é totalmente voltado à fotografia newborn. Já fiz dois workshops intensivos de newborn mas preciso de mais agora que tenho o estúdio preparado pra isso.
Tive um professor de desenho que sempre dizia: “Tá bom, mas pode melhorar”. Não melhorei no desenho (embora o professor seja “o cara”), não tenho o dom, mas essa frase me acompanha pela vida.
Perfeição? Não… não a quero pra mim.
Quero satisfação, quero entregar um trabalho que eu ame!

Companheirismo é algo que precisa estar presente na minha vida, em todos os sentidos. Minha família é o que me mantém, eles são muito companheiros.
Meus amigos também, entendem minha ausência, ficam felizes com minhas conquistas e participam diariamente delas.
Além disso temos as parcerias, as trocas. Elas estão presentes em tudo que faço e este ano estarão ainda mais presentes, com muitas novidades (aguardem), porque acredito que unir bons pensamentos é sempre bom e todos saem ganhando.

Que venha 2016, com força e com vontade!

Ah, Frida quis participar das fotos!
Eu juro que tentei tirá-la algumas vezes mas ela não queria sair da cama de jeito nenhum e com tanta fofurice sempre acabo cedendo.
No final as canetas viraram brinquedos e tudo ficou bagunçado.

AnoNovo2015

Voltar ao início Entre em contato Envie para um amigo Tweet this Post Receba o blog por e-mail
Si Martins - 31 de dezembro de 2015 - 19:20

2016 iluminado!

UA-136012426-1